Tamanho da letra
Normal Médio Grande
Facebook Partilhar e divulgar
Enviar por email
Imprimir Página
Início > Biblioteca > Investigação > Cientistas preparam teste clínico para a cura da esclerose múltipla

Um grande teste clínico vai analisar o possível tratamento da esclerose mÚltipla com células estaminais, para estabelecer se elas podem conter e inverter o dano cerebral causado pela doença.


Pesquisa Esclerose MultiplaA pesquisa, na qual vão participar 200 pacientes de todo o mundo, vai ser liderada por cientistas do Imperial College de Londres.


Os especialistas receberam fundos da Sociedade de Esclerose MÚltipla e da Fundação de Células Estaminais do Reino Unido para começarem a pesquisa no final do ano. Os especialistas vão retirar células estaminais da medula óssea dos pacientes e, depois de serem tratadas em laboratório, voltam a ser injectadas na corrente sanguínea, segundo os pormenores sobre o estudo divulgados na sexta-feira, no Reino Unido. 


Os pesquisadores esperam que as células estaminais encontrem um caminho até ao cérebro, para que possam reparar o dano causado pela doença, que provoca lesões crónicas no sistema nervoso central e cujas causas são desconhecidas. 


O pesquisador chefe do estudo, Paolo Muraro, disse, na sexta-feira, que esta é a primeira vez que os especialistas se unem para experimentar os efeitos das células estaminais na esclerose mÚltipla num teste de grande escala. 


Os cientistas vão trabalhar em laboratórios em Londres e Edimburgo, onde esperam cultivar as células estaminais. 


“O projecto de pesquisa de Muraro representa o primeiro deste tipo feito pelo Reino Unido, sobre o uso de células estaminais para o tratamento da doença”, afirmou o presidente da Fundação de Células Estaminais do Reino Unido.

 

Fonte: www.angola24.net/ver-noticia/cientistas-preparam-teste-clinico-para-a-cura-da-esclerose-multipla

Designed by Exadorma
Alojamento gentilmente cedido por PHNEUTRO