29354389 1851593158226918 8559344155105148372 o

Eventos
<<  Abril 2018  >>
 Se  Te  Qu  Qu  Se  Sá  Do 
        1
  2  3  4  5  6  7  8
  91011121415
16171819202122
23242526272829
30      
Notícias

Consignação de 0,5% de IRS

Quinta, 29 Março 2018 14:19

Qualquer contribuinte pode consignar 0,5% do valor de IRS que paga ao Estado a uma Instituição Particular de Solidariedade Social. Este ano, a declaração de IRS é obrigatoriamente submetida online,  no Portal das Finanças, entre 1 de abril e 31 de maio.

   consignação irs

 

Assim, pedimos a sua atenção para o novo procedimento de comunicação da consignação:
- Deverá entrar no Portal das Finanças e visualizar a declaração pré-preenchida.
- Mesmo que os dados estejam corretos, antes de aceitar e confirmar a sua declaração, preencha o campo reservado para a consignação no modelo 3 – Quadro 11, Campo 1101 com o NIF da SPEM:  

  

501 789 880

consignaçao irs 2

 Para qualquer esclarecimento pode consultar guia de declaração automática do IRS ou contacte a nossa Linha de Atendimento, para 21 865 0480.


Contamos consigo! Todos juntos, fazemos acontecer.

   

Semana Internacional do Cérebro 2018

Terça, 13 Março 2018 15:49

A Semana Internacional do Cérebro pretende chamar a atenção das pessoas para a importância de ter um cérebro saudável e divulgar os progressos e benefícios da investigação científica na área do cérebro. Participam nesta campanha internacional centenas de instituições científicas, universidades, hospitais e associações profissionais de todo o mundo.

 

BAW-Sticker-Design-Contest-Marianne-Bacani

 

Esta iniciativa é promovida pela organização privada filantrópica americana Dana Foundation e pela Federação das Sociedades Europeias de Neurociências (FENS), que promovem o desenvolvimento da investigação sobre o cérebro. Em Portugal, a organização está a cargo da Sociedade Portuguesa de Neurociências, em parceria com os Centros de Ciência Viva e outras instituições de ensino e investigação, com propostas para todas as idades:

 

 

“A Música pergunta ao Cérebro”

 

O Music NeuroRehab Lab irá participar através da divulgação de informação sobre a investigação da influência da música no Sistema Nervoso Central e quais as potenciais valências terapêuticas.

O evento terá lugar no átrio do edifício 2 do Hospital São Francisco Xavier - CHLO, em Lisboa, entre os dias 12 e 16 de março.

Através de suportes multimédia, os participantes (utentes, cuidadores, profissionais do Hospital) são convidados a ter uma experiência individual de contacto com a música e a tocar piano no local.

Consulte o cartaz aqui.

 

 

Os Neurocientistas vão à Escola

 

O Instituto de Investigação do Medicamento (iMed.ULisboa) da Faculdade de Farmácia da Universidade de Lisboa (FFULisboa) promove várias palestras para alargar o conhecimento e a compreensão da população estudantil na área do cérebro e das neurociências. Os cientistas vão visitar escolas, associações, universidades sénior e receber as escolas nos seus laboratórios.

Para o ensino básico e secundário, foram preparadas palestras sobre o estudo do cérebro, abordando temas como o funcionamento do cérebro, os sentidos, o efeito do consumo das drogas a nível cerebral e as doenças neurodegenerativas.

Para os mais pequenos, as atividades incluirão uma palestra didática e atractiva, jogos e desenhos sobre a morfologia e função do cérebro humano (com especial foco nos cinco sentidos) e sobre a sua unidade funcional, o neurónio.

Mais informações aqui.

 

 

Micro Science Photo Gallery

 

O Centro Ciência Viva de Coimbra tem patente uma exposição de imagens científicas obtidas através de microscopia durante trabalhos de investigação a decorrer nos laboratórios do CNC (Centro de Neurociências e Biologia Celular) e do IBILI (Instituto Biomédico de Investigação de Luz e Imagem). As fotografias expostas exploram mistérios das mais diversas áreas das ciências da vida: neurociências, biologia da reprodução, microbiologia, entre outras. A exposição estará em exibição no Exploratório durante 2 meses.

 

 

Simpósio Cérebro Stressado

 

A 13 de março, pelas 18 horas, decorre na Faculdade de Medicina do Porto (Auditório CIM-FMUP) um simpósio dedicado ao cérebro e ao stress, na perspetiva da neurociência, da psicologia e da psiquiatria. Será dado destaque ao stress sentido na vida universitária, com o testemunho de vários alunos da Universidade do Porto.

Veja o cartaz aqui.

 

 

Visita a Laboratórios

 

O Centro de Neurociências e Biologia Celular (CNC) da Universidade de Coimbra (UC) abrem as portas dos laboratórios para visitas de grupo (mínimo 15 pessoas), com possibilidade de visitar o Jardim Botânico. Inscrições através do email Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar .aqui

 

 

Projeto “Neurónios” do IEC

 

O Instituto de Educação e Cidadania (IEC), em Oliveira do Bairro, também participa na Semana do Cerébro. A exposição “Neurónios” está patente de 12 a 18 de março no Café Cultura do IEC, em Mamarrosa. A 15 de março, pelas 18 horas, o doutor João Peça, do Centro de Neurociências e Biologia Celular, Universidade de Coimbra, fará uma “Análise de circuitos cerebrais em Doenças Neuropsiquiátricas”.

Consulte o cartaz aqui

 

 

Plataforma Ciência Aberta

 

A Plataforma de Ciência Aberta (PCA), em Barca d’Alva, associa-se à iniciativa internacional da Semana do Cérebro, através da realização de um conjunto de workshops dedicados à inteligência artificial e construção de robôs, a ter lugar na escola sede do Agrupamento de Escolas de Figueira de Castelo Rodrigo. Descodificar como o cérebro gera comportamento ou como o comportamento emerge das leis físicas é o ponto de partida desta iniciativa. No dia 17 de março, decorrerá durante todo o dia um laboratório de robótica, cibernética e neurociências destinado ao público em geral, onde os participantes serão desafiados a construir robôs e a configurar as ligações do seu cérebro.

Consulte o cartaz aqui

 

 

Encerramento com conferência sobre a Demência e o Stress

 

A FNAC de Coimbra recebe o evento de encerramento oficial da Semana Internacional do Cérebro, com a presença de Isabel Santana (Centro Hospitalar e Faculdade de Medicina da Universitário de Coimbra), Mário Simões (Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade de Coimbra), José Carreira (Alzheimer Portugal) e António Freire (Centro Hospitalar e Faculdade de Medicina da Universitário de Coimbra; Conselho Português para o Cérebro). O debate conta com a moderação de Ana Cristina Rego, do Centro de Neurociências e Biologia Celular e Faculdade de Medicina da Universitário de Coimbra.

 

BrainWeek2018

 

   

Assembleia Geral Ordinária da SPEM - 24 de março de 2018

Terça, 06 Março 2018 11:22

ASSEMBLEIA GERAL ORDINÁRIA

CONVOCATÓRIA

 

De acordo com o estabelecido no nº1 do artº. 17 dos Estatutos, convocam-se os Associados da Sociedade Portuguesa da Esclerose Múltipla, com sede na Rua Zófimo Pedroso nº66 em Lisboa, a comparecer à Assembleia Geral Ordinária que se realiza sábado, dia 24 de Março de 2018, pelas 15 horas naquela morada, com a seguinte

ORDEM DE TRABALHOS

  1. Aprovação do Relatório do Exercício de 2017;
  2. Aprovação das Contas do Exercício de 2017;
  3. Recomposição da Direção: substituição do vogal Lúcio Albino Gomes Ribeiro (sócio nº2629) por Alexandre José Lopes Guedes da Silva (sócio nº4084);
  4. Medidas a tomar com vista à evidenciação da transparência e conformidade da Instituição;
  5. Racionalização da cobrança de quotas por transferência bancária;
  6. Assuntos diversos de interesse para a SPEM.


Lembramos que cada Associado tem direito a um voto. Caso não possa estar presente, pode fazer-se representar por procuração, mediante carta dirigida ao Presidente da Mesa da Assembleia. No caso do Associado ser uma pessoa colectiva, este deve indicar por escrito o nome do seu representante, na carta que dirigir à Mesa da Assembleia.


Os documentos referentes aos pontos 1 a 3 da presente Ordem dos Trabalhos, encontram-se à disposição dos Associados, para consulta e entrega, às horas normais de expediente, na Secretaria da SPEM a partir de 09 de Março de 2018.

Nos termos do artº. 21 dos Estatutos, se à hora marcada não houver quórum para o funcionamento da Assembleia, esta reunirá em segunda convocatória meia hora mais tarde, com qualquer número de sócios presentes.


A divulgação desta convocatória é feita de acordo com o ponto 2 do art. 20º dos Estatutos.
 
Lisboa, 09 de Março de 2018.

A Presidente da Mesa da Assembleia Geral
Maria Cristina R. Sousa Saarinen

 

Convocatória para a Assembleia Geral Ordinária da SPEM - 19 de novembro de 2016Aceda aqui à versão pdf da convocatória.

 

Convocatória para a Assembleia Geral Ordinária da SPEM - 19 de novembro de 2016 Relatório de Atividades de 2017   Convocatória para a Assembleia Geral Ordinária da SPEM - 19 de novembro de 2016 Relatório de Contas 2017

 

 

 

   

Já é possível angariar fundos para a SPEM no Facebook

Segunda, 26 Fevereiro 2018 12:49

A SPEM é uma das primeiras 20 instituições de solidariedade social em Portugal autorizadas a angariar fundos através da rede social.

 

angriacao de fundos FB

 

As opções de fundraising através do facebook estão disponíveis para organizações sem fins lucrativos desde o ano passado. É possível a realização de donativos particulares ou organizar campanhas de angariação de fundos, por exemplo para um projeto particular ou numa ocasião especial, como o seu aniversário.

 

Fazer donativo:

Se quiser fazer um donativo particular à SPEM, basta que aceda à nossa página oficial no facebook e clique no botão “Fazer Donativo”, que se encontra por baixo da imagem de capa. Depois, coloque o valor que pretende doar e as informações de cobrança.

 

Criar angariação de fundos:

Para criar uma angariação de fundos para a SPEM:

  1. Clique em Angariações de Fundos no menu esquerdo do seu Feed de Notícias ou clique aqui.
  2. Clique em Angariar Fundos
  3. Selecione a opção Organização Sem Fins Lucrativos.
  4. Selecione a opção SPEM – Sociedade Portuguesa de Esclerose Múltipla.
  5. Preencha os detalhes da angariação de fundos: valor que pretende angariar, data de fim da angariação, um título, uma descrição e uma foto.
  6. Clique em Criar
  7. Resta convidar os seus amigos a contribuir para a campanha!

Neste momento, não é aplicada qualquer taxa aos donativos. Esta é uma forma simples e rápida de ajudar e de contribuir para que as pessoas com EM tenham uma melhor qualidade de vida.

 

Ajude-nos a ajudar!

   

Manual “de Passo EM Passo” já disponível!

Sábado, 21 Abril 2018 Quarta, 31 Janeiro 2018 10:56

O Manual "de Passo EM Passo" pretende fomentar o conhecimento da doença e garantir a correta inclusão das pessoas com EM na sociedade.

 

banner site manual

 

Destina-se não só a recém-diagnosticados com EM, mas também a todos os que, de alguma forma, são tocados pela doença: familiares, cuidadores informais ou profissionais de saúde.

 

O Manual contém informação sobre a doença, sobre as estratégias necessárias à desejada e merecida qualidade de vida, sobre os direitos e benefícios de que as pessoas podem usufruir e as entidades a que podem recorrer ou devem contactar. Alguns exemplos de questões respondidas no manual:

 

• Como é que vou dizer à minha família que tenho EM? E no emprego?

• Os meus filhos podem herdar a doença?

• Fumar faz-me sentir melhor. Porquê parar?

• Os tratamentos para a Esclerose Múltipla são todos iguais?

• Tenho insuficiência económica. Como posso pedir a isenção de taxas moderadoras?

• O que significa o grau de incapacidade que me foi atribuído?

 

Este documento é cientificamente validado pelo GEEM (Grupo de Estudos da Esclerose Múltipla) e pretende ser um instrumento dinâmico e em constante evolução. Com uma estrutura simples e flexível, o manual contará com uma atualização constante, de acordo com as mudanças que se forem verificando no mundo da Esclerose Múltipla e nos seus conteúdos.

 

Para a melhoria permanente do manual, contamos com as suas críticas, sugestões e informações. Assim, todos contribuímos para uma maior informação, útil a toda a comunidade tocada pela EM.

 

O manual está disponível para sócios da SPEM, de forma muito expedita, basta acederem por login através do nosso site. Se é profissional de saúde e lida com esta patologia, ou simplesmente pretende conhecer melhor a EM, envie-nos um e-mail para Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar e agilizaremos o seu acesso.

 

Para aceder ao Manual, clique aqui.

   

Posição da SPEM sobre o uso de canábis para fins medicinais – o caso da Esclerose Múltipla

Sexta, 19 Janeiro 2018 15:24

A canábis, nome corrente da planta cannabis sativa, contém diferentes componentes incluindo o delta-9-tetra-hidrocanabidol (THC), que é a primeira substância primária ativa associada com os efeitos psicoativos da planta. Mas a canábis contém também múltiplos outros ingredientes ativos com reconhecidos e diferenciados impactos sobre o corpo humano, onde se incluem propriedades anti-inflamatórias e redução da dor. Esta evidência justifica o interesse que a comunidade científica tem dedicado à canábis e seus componentes, na tentativa de explorarem o seu potencial no tratamento de diferentes enfermidades nas quais se inclui a esclerose múltipla.

 

As pessoas afetadas pela EM, procuram frequentemente produtos à base de canábis na tentativa de tratarem um sintoma comum (afeta pelo menos 20% dos portadores1): espasmos e rigidez muscular.

 

 

Existe já no mercado um produto desenvolvido para combater este sintoma da EM com base neste princípio ativo: o Sativex.

 

O Sativex é um medicamento que trata sintomas de espasticidade associados à EM e que pode ser utilizado quando o paciente não respondeu positivamente a tratamentos com outros fármacos alternativos. A análise dos dados da sua utilização, confirmam que reduz a frequência dos espasmos, melhora a qualidade do sono e a mobilidade na realização de tarefas diárias (ex: marcha autónoma, sair da cama, realizar a higiene pessoal, vestir-se).

 

Ensaios clínicos (fase III) realizados sobre o impacto de Sativex em 500 pessoas com EM, evidenciou que 48% dos participantes melhoraram o seu problema de espasticidade em mais de 20%. Entre os que responderam, cerca de três quartos verificaram uma melhoria acima dos 30% ao fim de quatro semanas quando comparados com os participantes a tomarem placebo2. A análise combinada de três estudos nesta matéria, confirmaram a eficácia do Sativex3 e alguns estudos também demonstraram a sua eficácia no tratamento de dor neuropática4, sensação dolorosa associada a doenças que afetam o Sistema Nervoso Central, ou seja, os nervos periféricos, a medula espinhal ou o cérebro.

 

Contudo, como contém THC, é necessário proceder à revisão da atual legislação para que possa estar autorizado em Portugal, possa ser legalmente prescrito, distribuído e comprado em farmácia. É de notar que, pela sua necessidade de controle de temperatura e relativamente curta vida ativa, não está facilmente acessível para ser adquirido em circuito privado.

 

Enquanto associação de doentes, batemo-nos para que todos os fármacos existentes para combater a EM e os seus sintomas, estejam disponíveis em Portugal.

 

Existe uma enorme diferença entre um produto como o Sativex que já passou por múltiplos testes de segurança e eficácia2,3,4,5 até atingir a aprovação de entidades reguladoras e produtos não farmacêuticos que não obedecem a qualquer tipo de controlo ou licenciamento.

 

A qualidade, eficácia e segurança de produtos de canábis não produzidos no circuito farmacêutico não apresentam qualquer garantia e são um fator de grande preocupação.

 

Não devemos, contudo, desprezar, algo que vemos com uma enorme preocupação: a utilização de canábis não processada para fins medicinais, por pessoas com EM, que procuram atenuar a sintomatologia da doença, apoiando-se nos dados atrás referidos e preenchendo desta forma irregular e perigosa, o vazio legislativo para a utilização de Sativex, um produto seguro e mais que testado, sob prescrição e acompanhamento médicos.

 

Enquanto associação de doentes, advogamos que só através de investigação científica se consegue demonstrar de forma segura, a eficácia de qualquer potencial terapia ou tratamento para a EM.

 

Advogamos assim que seria de todo o interesse a implementação de um programa de utilização de canabis para fins medicinais na EM, com produtos submetidos a rigoroso controlo de qualidade e de segurança na aplicação.

 

Um programa desta natureza, terá grande aceitação entre a comunidade de pessoas afetadas pela patologia e permitirá confirmar localmente os dados relativos à sua utilização, devendo ser sempre conduzido por neurologistas especializados em EM, nos respectivos centros hospitalares.

 

A investigação é a base mais promissora de cura e/ou controle da EM e dos seus sintomas e não deverá estar submetida a limitações legislativas que não se aplicam nem traduzem preocupações aplicáveis a este circuito que faz intervir o paciente, o seu médico e os fármacos disponíveis, todos alvo de substanciais e eficazes controles regulatórios.

 

Agradecemos a colaboração das instituições internacionais em que a SPEM está filiada e em particular, a atenção dedicada de Harriet Doig da associação de doentes com EM da Irlanda (MS Ireland).

 

1 – NICE – National Institute for Clinical Excellence (2003), 8. Multiple Sclerosis: management of multiple sclerosis in primary and secondary care. London.

2 – Novotna A., Mares J., Ratcliffe S., et al; “The Sativex Spasticity Study Group. A randomized, double-blind, placebo-controlle, parallel-group, enriched-design study of nabiximols* (Sativex®), as add-on therapy, in subjects with refractory spasticity caused by multiple sclerosis”. European Journal of Neurology 2011.

3 – Wade D., Collin C., Stott C. & Duncombe P. (2010). “Meta-analysis of the efficacy and safety of Sativex (nabiximols), on spasticity in people with multiple sclerosis”. Mutiple Sclerosis 16(6), 707-714.

4 – Barnes M. P. (2016). “Sativex®: Clinical efficacy and tolerability in the treatment and sumptoms of multiple sclerosis and neuropathic pain”. Expert Opinion on Pharmacotherapy 7(5), 607-615.

5 – Collin C., Ehler E., Waberzinek G., Alsindi Z., Davies P., Powell K., …., Ambler Z. (2010). “A double-blind, randomized, placebo-controlled, parallel-group study of Sativex, in subjects with symptoms of spasticity due to multiple sclerosis”. Neurological Research 32(5), 451-459.

   

2017-06-CamisolasSPEM

Designed by Exadorma
Alojamento gentilmente cedido por PHNEUTRO