No passado fim de semana, dias 26 e 27 de Outubro, decorreu em Bucareste na Roménia o 2º encontro Europeu de jovens com Esclerose Múltipla – MS Sessions 2019.  

Este evento foi organizado pela Shift.MS, a associação de jovens do Reino Unido, em parceria com a EMSP – European Multiple Sclerosis Platform. Foi um encontro de 130 jovens com EM (MSers) de 35 países europeus onde se discutiram e partilharam experiência, conhecimento e se criou e reforçou uma rede de jovens com EM que querem lutar pelos seus direitos e por uma melhor qualidade de vida para todos os que têm Esclerose Múltipla.

De Portugal contámos com duas participantes, Filipa Monteiro (Pró-Diretora da SPEM da Missão Juventude) que já tinha participado no primeiro encontro em 2017, e Ana Filipa Batista (Jovem com EM) para quem este encontro foi a primeira experiência internacional e contacto com um grupo de jovens com EM.

Durante estes dias decorreram várias sessões de medições, psicólogos e terapeutas sobre saúde mental e resiliência, aceitação e adaptação à nova realidade, como sermos os responsáveis pelas nossas escolhas e advogarmos pelo nosso melhor interesse e saúde, as novidades que existem na área da terapêutica e dos estudos clínicos e aplicação de medicação, os direitos das pessoas com EM, o exercício físico na gestão da EM e na melhoria da qualidade de vida, a sexualidade e a EM, e a importância de os jovens se unirem em grupo para partilharem e lutarem juntos pelos seus direitos. Foram também apresentadas por jovens várias realidades de outros países Europeus e ainda conversas inspiradoras sobre mudança de vida após o diagnóstico como o envolvimento nas suas associações locais e trabalho de voluntariado com outros MSers.

Para Filipa Monteio este encontro foi “uma oportunidade de consolidar o trabalho e a comunidade de jovens que este encontro criou desde 2017. Participei no 1º encontro com o diagnóstico muito recente e foi aí que decidi transformar algo negativo numa coisa positiva. Foi a minha oportunidade de mudar de vida, de ajudar os outros, de me envolver no voluntariado Internacional e Nacional na SPEM e de trabalhar com a comunidade advogando pelos nossos direitos, futuro e qualidade de vida.”

Para Ana Filipa esta foi a primeira experiência e a primeira vez que conheceu outros jovens com EM – “As MS Sessions foram para mim uma experiência que me trouxe bagagem para lidar com algumas incertezas do futuro, deu-me vontade de ser pró-ativa na defesa da minha saúde e foi a oportunidade de conhecer pessoas fantásticas. A partilha de experiências foi importante e fez-me perceber que conseguimos fazer tudo, trata-se apensa de uma questão de nos adaptarmos à nossas realidade.”

Continuaremos ligados e acompanhar os trabalhos deste evento e esperamos que eventos destes continuem a juntar jovens de todos os países europeus que juntos são mais fortes. Quem sabe se não conseguimos um dia realizar uma MS Sessions em Portugal.

Seguem abaixo algumas referências para mais informações sobre este evento, iniciativas e documentos úteis para toda a comunidade:

https://shift.ms/
http://www.emsp.org/
http://www.brainhealth4ms.com/
www.msbrainhealth.org