Tamanho da letra
Normal Médio Grande
Facebook Partilhar e divulgar
Enviar por email
Imprimir Página
Início > Notícias > Notícias (Arquivo 2010) > A Nutrição na Esclerose Múltipla

04 noticias cor

Neste Encontro sobre A Nutrição na Esclerose Múltipla, será realizado 12/01/2011 na sede da SPEM

, contaremos com a presença da Prof.ª Doutora Paula Pereira, Nutricionista e Professora Associada do Instituto Superior de Ciências da Saúde Egas Moniz.

 

Moderadora

Prof.ª Doutora Paula Pereira (Nutricionista)

 

Programa

  • A Alimentação na EM:
    • Nutrientes específicos que parecem trazer benefícios e desvantagens na EM
    • Alimentos que podem influenciar a EM
    • Suplementos alimentares, tomar ou não tomar?
    • O que é afinal uma alimentação saudável e adequada à EM?
  • Discussão
  • Avaliação
  • Encerramento

 

Inscrição Gratuita

Por motivos de organização, pedimos a confirmação da sua presença através do:

Email: Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar

Tlm: 934 386 910

Tlf: 218 650 480

 

Folheto (PDF) | Cartaz (PDF)


É função do Nutricionista promover a pessoa com doença como um agente de mudança de si próprio. O método de ajuda compreende combinações de técnicas de suporte, de orientação e ensino. O espaço para adquirir conhecimentos de suporte e esclarecer dúvidas e receios são "terapêuticas" que influenciam a tomada de decisões, controle de comportamento e aquisição de habilidades na sustentação da vida e da saúde, na recuperação de doença e no enfrentar dos seus efeitos (George, 2000).

 

Normalmente o tratamento é a grande questão para as pessoas com EM. Decidir fazer o tratamento não é fácil, visto que ainda não há cura. Cada terapêutica pode mudar o curso da doença de forma diferente, cada uma tem riscos ou efeitos secundários (Donato Parmalee, 2010)  além de ter que se lidar com muita carga emocional. É nestes momentos que  muitas vezes se colocam questões sobre como fazer uma alimentação adequada e quais os nutrientes que podem influenciar benéfica ou pejorativamente a doença.

 

Também a incerteza no que diz respeito à toma de suplementos alimentares é uma das questões que os doentes se colocam várias vezes sem ter resposta, acabando por optar consumir este tipo de suplementos sem saber ao certo quais as consequências da sua toma e em que doses esta poderá ser efectuada.

 

A alimentação exerce também uma grande influencia noutras comorbilidades como a obesidade, doenças cardiovasculares, diabetes, hipertensão arterial, entre outras que podem estar associadas à EM e serem como tal as responsáveis pela incidência de surtos ou falsos sintomas de EM.

 

As consequências na vida física e psicosocial  inflenciam vários aspectos no dia-a-dia de cada um e dos que os rodeiam. Isto requere aconselhamento para se modificar diversos aspectos na nossa rotina, que com treino e persistência poderão ser alcançados, tendo como objectivo a melhoria da qualidade de vida. Relembra-se os estudos publicados que correlacionam  a vida saudável/bem-estar  com uma estabilidade e retardamento da progressão da doença.

 

Ainda que impossível encontrar soluções definitivas, nesta sessão pretende-se dotar a pessoa de esclarecimentos face aos conceitos abordados,  que facilitem a tomada de decisões no seu dia-a-dia,  de forma responsável e confiante.

 

Os “Encontros à Volta da Esclerose Múltipla” decorrerão na sede da Sociedade Portuguesa de Esclerose Múltipla e são de entrada livre. Dirigem-se a todos os Portadores de EM, a todos os familiares e a todos os interessados que, por um motivo ou outro, se viram confrontados com a necessidade de conhecer mais acerca desta patologia.

 

Os “Encontros à Volta da Esclerose Múltipla” não ambicionam encontrar respostas últimas para as inúmeras questões que cercam o universo da EM, mas antes promover a reflexão na qual assenta a busca pelo conhecimento.

 

Designed by Exadorma
Alojamento gentilmente cedido por PHNEUTRO