A delegação de Faro tem procurado chamar a atenção para a importância de haver condições que permitam a inclusão de todos os que pretendam passar férias no Algarve, independentemente da sua capacidade física.

Uma equipa do projeto Europeu ERTSYD (Entrepreneurship in the rural tourism sector for youth with disabilities) veio a Faro a convite da SPEM, para testar as acessibilidades e descobrir projetos de grande qualidade na área da inclusão social. A iniciativa decorreu entre 9 e 16 de maio e contou com o apoio do programa ERASMUS +.

A SPEM também participou no debate realizado a 13 de maio na Conferência Europeia sobre Turismo Acessível e Inclusão Social. Realizado na Universidade do Algarve, o evento contou com a participação do Turismo de Portugal e de outros especialistas na matéria.

algarve-turismo-acessivel2