EventoInformaçãoInternacionalInvestigação

Barómetro Europeu: Europa debate cuidados na EM

By 2021-04-25 No Comments

O “Barómetro MS 2020” revelou que ainda existem enormes desigualdades nos sistemas de saúde e de cuidados sociais em toda a Europa, inclusive no que respeita à Esclerose Múltipla

 

Europa debate cuidados na EM

Entre os próximos dias 9 e 11 de junho, realiza-se mais uma Conferência Anual da EMSP (European Multiple Sclerosis Platform), que este ano decorrerá de forma virtual.

O evento terá como tema “Os cuidados na EM num mundo em mudança” e contará com a colaboração da MS Nurse PROinitiative. “Colocaremos um enfoque especial na ligação dos cuidadores com as pessoas afetadas pela EM, de forma a melhorar os cuidados”, como explica a organização.

As sessões vão abordar os seguintes temas: como lidar com a condição enquanto enfrentamos a incerteza devido à pandemia; a transformação dos sistemas de saúde; como melhor se preparar para o futuro dos cuidados de esclerose múltipla.

A Conferência vai reunir doentes, cuidadores e especialistas para “aprendizagens partilhadas e trabalho em rede”.

Barómetro Europeu da EM

Durante a Semana de Sensibilização Cerebral, que decorreu em março, a EMSP (European Multiple Sclerosis Platform) lançou o relatório “Barómetro MS 2020”, que reúne as “fichas técnicas” dos países que fazem parte desta Plataforma, no que respeita à Esclerose Múltipla (pode encontrar a de Portugal aqui).

De acordo com os responsáveis da EMSP, “o Barómetro da EM revela que ainda existem enormes desigualdades nos sistemas de saúde e de cuidados sociais em toda a Europa e dá-nos uma visão global da gestão da EM em diferentes contextos”.

Esta avaliação, que foi feita em conjunto com 35 associações de portadores de EM em toda a Europa, será um instrumento para “apelarmos a todos os atores dos setores da saúde e dos cuidados sociais para que nos apoiem na obtenção de uma melhor qualidade de vida para as pessoas afetadas pela EM”.

A campanha foi um enorme sucesso atingindo mais de 37 mil pessoas na Europa e com os conteúdos do Barómetros descarregados aproximadamente mil vezes nos diferentes cantos do continente”, salienta a EMSP.