Três projectos submetidos pela SPEM ao Instituto Nacional para a Reabilitação (INR) foram aprovados e irão iniciar nos próximos meses. Entre Faro e Lisboa, as ideias passam do papel para a intervenção e pretendem responder, criativamente, a necessidades das pessoas com Esclerose Múltipla, ou com outras doenças neurodegenerativas.

Em Lisboa, os projectos estão a dar vida às necessidades de (re)integração laboral das pessoas com Esclerose Múltipla e a criar uma nova resposta no Centro de Actividades Ocupacionais.

O CapacitAção permite melhorar as capacidades de integração no mercado laboral, mediante a aquisição de novas competências. Este trabalho é conseguido através de workshops e módulos de formação, que permitem a frequência em modelo e-learning e presencial, e que serão compilados num documento acessível a todos.

Já o (Entre)Linhas Atelier pretende criar um espaço de concepção de artigos vendáveis, que permita aos utentes acompanhados pela SPEM reforçarem os seus laços sociais e promoverem a sua auto-estima, através da construção de um produto final concluído com sucesso. Este é um projecto que permite às pessoas acompanhadas, o desenvolvimento de rotinas aproximadas à experiência de um local de trabalho, mas em meio protegido, que lhes permite ganhar em muitos casos um novo propósito de vida.

A Neurolândia, em Faro, é um espaço dinâmico e multidisciplinar que permite um serviço terapêutico a vários níveis (psicoterapia, fisioterapia, terapia ocupacional, meditação, mindfullness, nutrição, ensino de línguas, hidroterapia e hipnoterapia). O objectivo é aumentar a socialização, e reforçar a auto-estima e sensação de bem-estar. O serviço está disponível para pessoas com doenças neurodegerativas, seus familiares e cuidadores.