A SPEM recebeu o Prémio BPI “la Caixa” Rural 2019 com o Projeto EM´Laço Itinerante. A entrega do prémio decorreu no dia 5 de dezembro, no Centro Cultural de Belém.

O projeto será aplicado em Viseu com o principal objetivo de melhorar a qualidade de vida do Portador de EM no seu domicílio, combatendo o isolamento social.

O projeto EM Laço Itinerante é pensado para acompanhar Portadores de Esclerose Múltipla no seu domicílio, através de um apoio psicossocial centrado na pessoa, no seu bem-estar e no apoio aos cuidadores informais. A intervenção geograficamente, será em zonas rurais do Distrito de Viseu e, realizada por Técnicos e Voluntários da SPEM.

No total são cinco os Prémios BPI “la Caixa”, no valor de 3,75 milhões de euros para apoiar projetos sociais que promovam a melhoria da qualidade de vida e a igualdade de oportunidades de pessoas em situação de vulnerabilidade social.

Os prémios inserem-se na política de responsabilidade social do Banco e são financiados pela Fundação “la Caixa”.

EM´laço Itinerante vem fazer face a estas questões.

Nos seus domicílios, as pessoas são convidadas a exporem os seus maiores desafios, barreiras pessoais e sociais, essenciais para definir o seu processo de emancipação e participação. Participarão em atividades e dinâmicas no seu domicílio e na comunidade que lhes permitirão renovar a autoestima, colmatar o estigma social e restabelecer o contacto social.

No âmbito emocional, pretende-se melhorar a forma de lidar com sentimentos de tristeza e depressão, bem como emoções provenientes do isolamento social.

No âmbito relacional pretende-se melhorar a capacidade de diálogo através das conversas formais e informais para superação de barreiras comunicacionais.

O grande objetivo é sempre melhorar a qualidade de vida desta população, promover a autonomia, o contacto social e a participação. À parte disso, será realizado um trabalho de sensibilização nos Concelhos e /ou Freguesias de residência do doente sobre Esclerose Múltipla e acessibilidades. Grande parte do prémio será utilizado para a aquisição de um veículo que permita à equipa técnica e aos voluntários realizarem as visitas domiciliárias.